Arquivo por categoria: Analysis

maio 10 2015

Demonstração do SAP Lumira

Introdução

O objetivo desse artigo é demonstrar ao leitor o funcionamento dessa ferramenta da SAP que vem crescendo no mercado por sua facilidade e agilidade na criação de Dashboards.  Nesse artigo vamos explicar e demonstrar todas as etapas para a criação de um Dashboard (Aquisição, Preparação, Visualização, Composição e Compartilhamento).

artigo1

 

01 –  Aquisição de Dados

Ao abrir o SAP Lumira uma tela inicial é apresentada mostrando como mensagem os passos para a criação de dashboards na ferramenta. Para o nosso exemplo vamos usar uma massa de dados de um Excel.

 

artigo2

 

 

Ao clicar em Arquivo -> Novo uma tela onde podemos escolher uma fonte de dados específica será aberta.

 

artigo3

 

 

No nosso exemplo vamos escolher uma fonte de dados Excel.

artigo4

 

Ao clicar em Criar o processo de Aquisição é concluído e agora podemos começar a elaborar o nosso Dashboard.

artigo6

 

 

02 –  Preparação dos Dados

Arrastando as dimensões e medidas e escolhendo o tipo de gráfico rapidamente temos um gráfico pronto.

 

artigo7

 

Após salvar essa visualização podemos criar outras para compor nosso dashboard.  Para salvar e criar uma nova visualização basta clicar em “salvar” indicado na parte inferior direita do painel.

artigo8

Criaremos mais 2 visualizações para o nosso Dashboard conforme indicamos na figura abaixo.

artigo9

As próximas etapas da criação do nosso dashboard será o processo de criação e compartilhamento.  Com as devidas visualizações criadas vamos compor o nosso painel e acrescentarmos mais detalhes.

No próximo artigos vamos dar continuidade na construção do nosso Dashboard e mostraremos em detalhes o processo de compartilhamento utilizado no exemplo.

Espero que tenham gostado e espero vocês na segunda e última parte do nosso artigo.

 

Abraços

 

 

dez 03 2011

SAP BusinessObjects Analysis Edition, for OLAP (Introdução)

No artigo de hoje mostraremos uma ferramenta muito importante da nova versão do SAP BO 4.0. O SAP BusinessObjects Analysis. É importante salientar que esse nova versão do SAP BO apresenta uma série de aplicações novas bem como recursos que no decorrer dos próximos artigos estaremos mostrando os conceitos e os recursos disponíveis.

1 – O que é o SAP BusinessObjects Analysis?

É uma poderosa ferramenta de análise OLAP que pode ajudar na tomada de decisões inteligentes de impacto corporativo.

Os dados OLAP são exibidos na janela de análise com um crosstab e gráficos, e a partir desse espaço de trabalho teremos condições de adicionar tabela de Crosstab e objetos de gráfico para a janela de análise, esses objetos se conectam a fonte de dados OLAP permitindo análises interativas e a exploração dos dados.

O Analysis é acessado através do BI Launch Pad. Ela é uma evolução da ferramenta Voyager. Qualquer pessoa com acesso a web e as permissões adequadas na plataforma de BI pode acessar o Analysis.

2 – Terminologias Essenciais

Existe uma série de terminologias novas e algumas já conhecidas, que se faz necessário o entendimento e assimilação para que o leitor tenha uma boa base ao trabalhar com o SAP BO 4.0.

O diagrama baixo ilustra a janela de análise e uma análise típica:

1. Task panel

2. Layout panel

3. Metadata explorer

4. Analysis window

5. Crosstab

6. Chart

Esse diagrama ilustra os elementos de uma Crosstab:

  1. Hierarquia de linha ou dimensão
  2. Hierarquia de coluna ou dimensão
  3. Membros de linha
  4. Membros de coluna

Abaixo vamos dar algumas definições importantes de termos usados quando se trabalha com o Analysis.

Cube – Banco de dados multi-dimensional OLAP em que os dados estão resumidos, consolidados e armazenados em dimensões, cada um representando informações diferentes.

Dimension – Uma coleção de Hierarquias.

Hierarchy – Uma coleção de membros relacionados de dados, geralmente organizados em uma estrutura Hierárquica.

Member – É uma unidade da base de dados, que representa uma entidade no banco de dados Multi-dimensional OLAP.

Measures dimension – Uma dimensão que representa os dados reais, ou seja, os números. Por exemplo, uma dimensão de medidas pode incluir medidas como Vendas, Custo e Lucro.

Fact dimension – Uma dimensão que representa uma característica dos dados e não os dados em si. Exemplo: Clientes ou Produtos podem ser dimensões Fato.

Data source – Pode ser representado por um Cubo OLAP ou uma consulta. São as fontes de dados que adicionamos em nosso ambiente de trabalho para construir uma análise.

Existem ainda alguns outros termos conhecidos para quem trabalho com Cubos e Análises em Banco de dados Multi-dimensional, nosso objetivo aqui não é esgotar esse assunto e sim dar ao lentor uma noção de como essa ferramenta trabalha.
Aconselhamos a busca em fóruns da SAP ou a bons sites que ajudem no aprofundamento do assunto.

Espero que tenham gostado desse artigo.

Até a próxima.